Logomarca IBE

Inscrições para programas de intercâmbio encerram-se este mês

Para alunos de graduação que planejam viver uma experiência internacional, janeiro é o mês certo para conseguir uma oportunidade. O Ciência sem Fronteiras está com inscrições abertas para bolsas de graduação e pós em vários países: Austrália, Alemanha, Canadá, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Hungria, Itália, Japão, Noruega, Portugal, Reino Unido e Suécia. As inscrições vão até 14 de janeiro no site do programa.

Uma outra chance é o Programa de Intercâmbio Acadêmico da UnB, cujas inscrições acontecem entre os dias 7 e 21 de janeiro, para o 2º semestre do próximo ano, em instituições de ensino estrangeiras conveniadas com a UnB.

Na chamada do Programa de Intercâmbio da Assessoria de Assuntos Internacionais (INT), universidades de 49 países estão prontas para receber alunos oriundos da UnB, totalizando mais de 250 vagas disponíveis. Os principais destinos são Espanha e Portugal, com 67 e 38 vagas, respectivamente. Canadá e França disponibilizam mais de 30 cada. A lista traz ainda surpresas como China e Taiwan, países não disponíveis anteriormente. Confira aqui a lista completa de instituições e áreas de estudo.

“Há uma centena de acordos acordos internacionais na UnB, que nem sempre correspondem a atividades concretas. Propusemos então um afunilamento para este intercâmbio e, se chegamos a esse número, é porque são universidades que têm nos procurado e estão prontas a receber esses alunos”, garante Ana Flávia Granja, diretora da INT.

E os números vêm crescendo gradativamente: em 2008, o intercâmbio levou 75 alunos para o exterior, frente a 192 em 2011. Em 2012, em função da greve pela qual passou a Universidade, alguns desistiram no meio do processo, totalizando 117 alunos, entre novos intercâmbios e aqueles que foram prorrogados de um semestre para um ano. Em contrapartida, o intercâmbio também prevê a recepção de estudantes estrangeiros, cuja vinda chega a ser cinco vezes menor do que o número dos brasileiros que saem.

Em 2012, foram 50 estudantes. Ana Flávia Granja, contudo, acredita que a consolidação do programa Ciência Sem Fronteiras, vigente há pouco mais de um ano, deve influenciar, ainda que indiretamente, no aumento da demanda. “O programa, especialmente em função do financiamento do governo federal e do momento econômico mundial, mudou a visão das universidades de fora sobre nós. Países que antes não vinham até nós, agora nos reconhecem o Brasil e a UnB como instituições atrativas em pesquisa, extensão, iniciação científica e demais demandas. Não sabiam que a UnB era tão grande e receptiva. Agora sabem”.

Inscrições

Buscando o máximo de amplitude, o Programa de Intercâmbio Acadêmico exclui apenas aqueles que tenham cursado menos de 25% e mais de 75% do curso. Além disso, o candidato precisa ter Índice de Rendimento Acadêmico (I.R.A.) igual ou superior a 3,5. Por último, o aluno deve comprovar, por meio de certificado ou declaração de curso, ao menos o nível intermediário em algum dos idiomas disponibilizados – alemão, espanhol, inglês, francês, russo e italiano.

O interessado deve preencher formulário eletrônico, a ser disponibilizado no dia 7 neste endereço, assim como carta de recomendação de professor da UnB, documentos de identidade, histórico escolar e currículo lattes. Demais informações podem ser conferidas no site do INT. (www.int.unb.br).

(Fonte: UnB Agência)