Logomarca IBE

CNPq e Capes selecionam estudantes para doutorado na Alemanha

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) e o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (Daad), selecionarão até 18 de março estudantes brasileiros interessados em optar pela formação na Alemanha, fracionada ou integral.

O programa tem como objetivo apoiar candidatos com excelente qualificação científica e acadêmica para realização de doutorado pleno, duplo doutorado e doutorado sanduíche no país europeu. As inscrições devem ser efetuadas na página do CNPq na internet - formulário eletrônico disponível na plataforma Carlos Chagas. Os candidatos deverão enviar também cópias da documentação ao escritório do Daad, no Rio de Janeiro. Acesse a Chamada 4/2013 Capes/CNPq/Daad.

Antes do início da pesquisa, os bolsistas de doutorado pleno terão direito a curso de alemão pelo Daad, vinculado ao Ministério da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF). A duração é estabelecida de acordo com o nível de conhecimento do idioma, a área de pesquisa e as condições e os pré-requisitos da universidade anfitriã. Para os candidatos a doutorado sanduíche e duplo doutorado, o curso está disponível se a permanência for de dez meses ou mais.

O projeto deverá incluir o período planejado para sua execução, sem contar o tempo de realização do curso de língua. Para as candidaturas do Duplo Doutorado, o cronograma deve detalhar todas as etapas do projeto a serem realizadas no Brasil e na Alemanha.

Todas as propostas deverão contar com uma versão em português e outra em inglês ou alemão. Informações sobre a importância do projeto de pesquisa, a integração do candidato no grupo de pesquisa na Alemanha e existência de uma vaga de trabalho à disposição do bolsista na universidade, entre outras, também serão consideradas pela comissão responsável pela seleção.

Cursos 

A categoria Doutorado Pleno se caracteriza pela execução completa da pesquisa e da defesa de tese na Alemanha e deve formar doutores no exterior em instituições de reconhecido nível de ensino e pesquisa, em todas as áreas do conhecimento. A duração da bolsa é de no máximo 48 meses pela Capes, 36 meses (prorrogáveis por até 12 meses) pelo CNPq e 42 meses pelo Daad. As agências renovarão os contratos desta modalidade, anualmente, por meio da análise de consultores com base na carta de avaliação dos orientadores alemães, no desenvolvimento da pesquisa e na justificativa da solicitação.

Na categoria Doutorado Sanduíche, o apoio é para aluno formalmente matriculado em curso de doutorado no Brasil que justifique a necessidade de aprofundamento teórico, coleta ou tratamento de dados ou desenvolvimento parcial da parte experimental de sua tese na Alemanha. A duração da bolsa também varia de acordo com a agência que financia a bolsa de intercâmbio estudantil.

Nessa modalidade, serão aceitos apenas candidatos que tenham iniciado o curso de doutorado no Brasil. O candidato deve verificar, antes da inscrição, as regras de suspensão da bolsa no país durante o período no exterior, a partir da data da viagem para a Alemanha. A consulta deverá ser realizada na coordenação do programa de doutorado no Brasil ou na agência de fomento.

Já o Duplo Doutorado é uma modalidade oferecida apenas pela Capes e pelo Daad e se destina a candidatos inscritos em um curso de doutorado no Brasil, que pretendam também obter titulação de uma universidade alemã. Para essa categoria, o candidato deverá apresentar a concordância dos orientadores e comprovar que o regulamento da pós-graduação, tanto da universidade brasileira quanto da alemã, permite o duplo doutoramento. A duração da bolsa varia de acordo com a instituição financiadora.

A concessão das bolsas será estabelecida de acordo com os critérios específicos de cada agência e a seleção dos candidatos caberá a uma comissão mista formada por consultores e representantes das três instituições financiadoras do programa. A seleção será em três etapas, sendo duas análises, documental e de mérito, entre abril e maio de 2013, e uma entrevista, na segunda quinzena de maio. Após a seleção, o bolsista deverá se orientar pelas normas da agência que financiará sua bolsa.

 

(Fonte: Ascom do MCTI)