Logomarca IBE

2º Workshop Internacional de Saúde e Biologia do IBE discute Cinética do Envelhecimento

Representantes de cinco universidades parceiras e associadas ao Instituto de Estudos Brasil Europa (IBE) participaram no dia 28 de maio do 2º Workshop Internacional Saúde e Biologia - Cinética do Envelhecimento, realizado na Brunel University, no Reino Unido. No encontro, foram discutidas novas abordagens e possibilidades de cooperações dentro do projeto Cinética do Envelhecimento, conduzido pelo IBE. Também foi abordado o Draft Position Paper da área de Saúde e Biologia do instituto.

A apresentação do projeto Cinética do Envelhecimento foi feita pela professora Ana Lúcia dos Anjos Ferreira, da Faculdade de Medicina da Unesp, representando a coordenadora da área de Saúde e Biologia do IBE, Célia Regina Nogueira (Unesp). Intitulada Identification of clinic, molecular and biochemical biomarkers and mechanisms of ageing: A chronological study, a iniciativa visa investigar os fatores determinantes do envelhecimento.

Inicialmente será realizado um estudo experimental em ratos com crescentes faixas etárias. O estudo em animais objetiva identificar os marcadores que apresentam correlação tecidual (cérebro e músculo) e sanguínea. Um vez identificados, os mesmos serão pesquisados no sangue de humanos. Além da coleta de sangue para aferição dos marcadores, os indivíduos residentes em comunidades também serão avaliados sob o ponto de vista clínico, cognitivo e nutricional.

Durante as discussões sobre o tema, o professor Henrique Almeida (Universidade do Porto) recomendou focar no material humano com vistas à obtenção de financiamento e utilização de melhores reagentes biológicos. Contudo, a professor Marzia Perluig (La Sapienza) ressaltou que isso nem sempre será possível e que por isso os modelos animais de envelhecimento deverão ser considerados.

Position Paper

Também esteve na pauta do encontro a apresentação do Draf Position Paper da área de Saúde e Biologia, feita pela professora Ana Lúcia dos Anjos Ferreira. Foram abordadas as três principais subáreas nas quais o Brasil e a Europa podem identificar a necessidade de pesquisa e inovação: determinantes sociais da Saúde e a Saúde como um Direito; melhoria da saúde e bem-estar abordando a dimensão sócio-econômica e a inclusão social; e aumento da inovação para as indústrias e serviços relacionados à saúde.

O Envelhecimento é uma das principais questões sugeridas pela Comissão Europeia e é um dos eixos temáticos trabalhados pelo IBE. Na Europa, a população idosa tem previsão de dobrar de 2010 (13,7%) para 2050 (27,7%). No Brasil, essa população também tem aumentado rapidamente e, em 2025, será classificado como o sexto maior país do mundo.

Estiveram presentes no 2º Workshop Internacional de Saúde e Biologia os professores Henrique Almeida (Universidade do Porto); Marzia Perluigi (La Sapienza); Ana Lúcia dos Anjos Ferreira e Maria Inês de Moura Campos Pardini, ambas da Unesp; e, pela Brunel University, Mary Gilhooly, Christina Victor, Mary Pat Sullivan, Lorraine de Souza, John Cossar, Victoria Jupp-Kina, Ian Kill, Joanna Bridger, Christopher Eskiw, Michael Themis, Rhona Anderson, Evgeny Makarov, Mark Pook, Bill Baltzopoulos.

 

(Fonte: Assessoria de Comunicação do IBE)